LABÔ Lectures

Pensadores Judeus – Hannah Arendt

Hannah Arendt (14/10/1906 – 4/12/1975) – Nascida Johanna Cohn Arendt, na cidade de Hanover, na Alemanha, estudou nas Universidades de Marburg, Friburg e Heidelberg. Foi presa em Berlin em 1933, ao fazer uma pesquisa sobre propaganda antissemita para a organização sionista. Fugiu alguns dias depois para Paris, onde trabalhou na Aliyah da Juventude. Em 1940, foi enviada para o campo de Gurs, de onde conseguiu escapar semanas depois, na confusão que se seguiu ao domínio alemão. Esperou três meses em Lisboa pelos documentos necessários para entrar nos Estados Unidos, onde chegou em maio de 1941. Trabalhou no projeto de recuperação de objetos e documentos das comunidades judaicas usurpados pelos nazistas. Fez sua carreira acadêmica nos Estados Unidos a partir da publicação de Origens do totalitarismo, em 1951, mesmo ano em que se naturalizou norte-americana e mudou seu nome para Hannah Arendt Blücher. É autora de várias obras, entre elas A condição humana (1958), Entre o passado e o futuro (1961), Sobre a revolução e Eichmann em Jerusalém (1963), Homens em tempos sombrios (1968) e o inacabado A vida do espírito (1978). Faleceu nos Estados Unidos, na cidade de Nova York, em 1975.

Palestra apresentada por Adriana Novaes
em 5 de outubro de 2021 (via Zoom)

Leia também